Blog

Dicas

Apartamento novo ou usado em São Paulo: como escolher a melhor opção?

Bianchi Realty, 12/06/2020

São Paulo é uma cidade repleta de edifícios antigos e tradicionais, mas também cheia de novos empreendimentos imobiliários, cada vez mais modernos. Existem diferenças significativas entre um apartamento novo ou usado, que vão desde o fato de nunca terem sido usados antes, até a comodidade de já terem todas as instalações funcionando, nos antigos. Por isso, é fundamental avaliar o que melhor atende às suas necessidades.

 

Pensando em ajudá-lo a identificar se o mais adequado para você é o apartamento novo ou usado, elaboramos este post que apontará as vantagens de desvantagens de cada um deles, além do que você deverá levar em consideração na hora de fazer a sua escolha. Vamos lá?

 

Quais as características de um apartamento novo?

 

Morar em um apartamento novinho, com o direito a estrear tudo o que tem nele, é realmente uma experiência única e cheia de benefícios, mas também existem possíveis contrapartidas. Confira a seguir as vantagens e desvantagens de comprar um apartamento novo.

 

Vantagens

 

A principal vantagem das novas construções está nos espaços que costumam ser mais bem planejados e mais funcionais. Além disso, algumas construtoras permitem a personalização de acabamentos ainda durante a obra para que tudo seja feito com a sua cara, de acordo com o seu gosto.

 

Por ser tudo novinho e moderno, dificilmente você terá problemas de manutenção tão cedo, principalmente se adquirir seu imóvel de empresas sérias e com histórico sólido de qualidade. Outro ponto vantajoso são os espaços e serviços agregados aos novos condomínios que têm um foco muito maior nas comodidades para o morador do empreendimento.

 

Sem contar que, por ter instalações elétricas e hidráulicas mais recentes e modernas, também acabam gerando mais economia no consumo de água e energia elétrica, e ainda, mais facilidade na instalação de serviços como internet e TV a cabo.

 

A compra de imóveis na planta é muito mais vantajosa para quem tem tempo de se planejar, já que oferece muito mais flexibilidade de pagamento com preços e prazos bem mais atrativos. Além disso, para quem tem dificuldade para poupar dinheiro, a entrada parcelada que esse tipo de empreendimento oferece é uma excelente solução.

 

Desvantagens

 

O primeiro morador de um imóvel, normalmente, precisa investir em equipamentos novos e decoração, como marcenaria, alguns revestimentos de sua preferência, eletrodomésticos e móveis.

 

Além disso, o primeiro morador também está sujeito a descobrir possíveis problemas na construção que só podem ser identificados com o uso contínuo no dia a dia. Por isso, vale a pena pesquisar obras anteriores realizadas pela construtora e incorporadora responsável pelo bem que você pretende adquirir.

 

Quais as particularidades do apartamento usado?

 

E quem disse que um apartamento usado também não tem vantagens? Veja a seguir o que você precisa descobrir sobre os prós e contras desse tipo de imóvel.

 

Vantagens

 

A maior vantagem dos imóveis usados está no fato de estarem (na maioria das vezes), prontos para serem usados, já com todas as instalações necessárias prontas, e o novo morador só precisa se preocupar com a decoração (desde que não precise de manutenção ou reforma).

 

Se o imóvel for antigo, ele também apresenta vantagens como tamanho e localização, já que as construções feitas há muitos anos costumavam ser maiores e em locais mais próximos às regiões mais movimentadas de São Paulo. Isso acontece porque a disponibilidade de terrenos e o era muito maior do que é hoje, e o adensamento era menor.

 

Outro ponto que merece destaque como vantagem é o preço por metro quadrado de compra dos imóveis, que por conta da depreciação acaba sendo menor, mesmo em áreas mais valorizadas.

 

Desvantagens

 

Os imóveis antigos são muito mais propensos a apresentarem problemas de manutenção, como infiltrações e problemas em instalações elétricas. Além disso, por terem fiações e encanamentos antigos, que podem apresentar vazamentos, acabam tendo um consumo maior de água e energia.

 

Os apartamentos usados também já foram personalizados de acordo com o gosto dos moradores anteriores e não é difícil encontrar problemas como buracos mal tapados nas paredes, pisos e acabamentos sem sobras para reposição em caso de reparos, entre outros. Isso faz com que haja a necessidade de ser fazer reformas maiores, mais complexas (e potencialmente caras) antes de se mudar.

 

O que levar em conta ao escolher entre um apartamento novo ou usado?

 

Além de pensar no seu orçamento disponível para a aquisição do apartamento, é necessário analisar a tendência de valorização do imóvel, que é muito maior nos imóveis novos.

 

A conservação do imóvel também é um ponto importante, já que os antigos podem ser mais baratos, mas apresentar problemas que poderão sair mais caros para consertar do que a diferença de valor para um imóvel novo.

 

Como você pode ver, a escolha entre um apartamento novo ou usado envolve não somente o valor inicial do bem, mas também o seu gosto pessoal, a comodidade na hora de fazer a mudança, os custos futuros com manutenção e potencial de valorização. Por isso, é muito importante considerar todos os pontos levantados neste post.

 

E agora que você já sabe quais são os fatores a serem levados em consideração na hora de escolher entre um apartamento novo ou usado, deixe um comentário nos contando qual é a melhor opção para você!

 

 

 

« Voltar

Increva-se em nossa newsletter

Receba conteúdo em primeira mão